Category: Pikes Peak

Decker fora de Pikes Peak

decker
Marthyn Decker. foto: Reprodução Facebook

O paulista Marthyn Decker, inscrito para a edição 2013 da competição de subida de montanha de Pikes Peak, sofreu uma fratura na clavícula e terá que adiar o sonho de ser o primeiro brasileiro a participar da tradicional prova norte-americana. No dia 16 de junho, Decker sofreu uma queda de bicicleta, causando a fratura. Como o tempo de recuperação é de 4 a 6 semanas, sua participação em Pikes Peak ficou para 2014.

Confira a declaração de Marthyn Decker no Facebook:
É galera como dizem por ai “para cair basta estar de pé” infelizmente levei ao pé da letra, no treino de bike ontem um domingueiro fez um retorno sem sinalizar, eu não consegui frear e acabei caindo sobre o ombro! Tombinho besta mas acabei fazendo uma pequena fratura na clavícula, resultado 4 a 6 semanas de gancho! Pikes Peak vai ficar para 2014, paciência!!! To triste pragarai mas não tenho o que fazer, então bola pra frente!!! Aceleraaaa, muito obrigado a todos que sempre estiveram do meu lado neste 5 meses de preparação!!! Vlw!!!

A prova de Pikes Peak terá sua final disputada neste domingo, 30 de junho.

Brasil terá representante em Pikes Peak

Pessoal, segue matéria produzida em parceria com a World Cars Brasil, do amigo Douglas Lastri. Para conferir a galeria de imagens completas e visitar a página da World Cars Brasil é só clicar aqui.

Subaru_pikesPeak
O Subaru preparado pela Crawford Performance que será usado por Decker

“Marthyn Decker, o primeiro brasileiro em Pikes Peak!

Uma das competições mais tradicionais do automobilismo norte-americano, a “Pikes Peak Hiil Climb” (prova de subida de montanha em Pikes Peak), que será realizada no dia 30 de junho, terá pela primeira vez a presença de um piloto brasileiro entre os 150 participantes.

O paulista Marthyn Decker vai encarar o desafio a bordo de um Subaru STI justamente na edição mais esperada da prova nos últimos anos devido a presença do francês Sebastien Loeb, nove vezes campeão mundial de rali. “Só de participar de uma corrida que o Loeb vai estar, já é um sonho que se realiza. Rhys Millen (multicampeão da prova e recordista do evento) também vai participar e o pega entre os dois vai ser animal. Espero que os equipamentos de ambos aguentem para ver realmente o que vai dar. Vai ser sensacional.”, disse Marthyn, que teve sua paixão pela velocidade despertada aos cinco anos quando ganhou sua primeira moto.

Decker tem experiência em várias categorias do esporte a motor: Kart, Turismo, Motocross, Rali mas foi na motovelocidade que passou pelo maior susto de sua carreira. Com alguns pódios na categoria 600 Supersport e a segunda colocação nas 500 Milhas de São Paulo de 2010, Marthyn sofreu um grave acidente no mesmo ano na “curva do Café” em Interlagos e ficou 20 dias na UTI. O retorno a velocidade aconteceu em carros de rali, ainda em 2010, quando teve início o projeto de participar da prova de Pikes Peak.

A competição norte-americana chegará em 2013 a sua 91ª edição. O percurso conta com 19,9km de extensão, possui 156 curvas e desde o ponto de largada até a chegada no alto de Pikes Peak, os competidores enfrentarão uma diferença de 1.440 metros de altitude. “Estou conversando com muitas pessoas que já disputaram Pikes Peak e todas me falam a mesma coisa, que é “incrivelmente difícil”, então minha expectativa é não bater e classificar! A preparação física é um dos focos por conta da altitude e tenho andado muito, mas muito de Kart Shifter para ficar com os reflexos em dia. Estou assistindo muitos vídeos e lá vou ter apoio de alguns pilotos que vão me mostrar alguns segredos, mas só os anos mesmo que vão me trazer a experiência necessária para subir como se deve. Afinal são 156 curvas, decorá-las é uma coisa, conseguir acertar a entrada e saída, aproveitando o máximo de velocidade é que são elas. Bem diferente de um autódromo, onde em cinco ou 10 voltas você já esta com o circuito na cabeça”, contou o brasileiro.

Apesar da prova estar marcada para o dia 30 de junho, o trabalho de Decker começará antes, mais precisamente no dia 24, quando começam as atividades. Serão dois treinos livres e dois treinos classificatórios, sempre divididos por trechos (início, meio e fim). Os pilotos que ficarem dentro da margem de 115% do melhor tempo de sua categoria estão classificados para participar da final e percorrer todo o percurso no dia 30. Marthyn vai participar pela categoria “Time Attack” com um Subaru STI preparado pela Crawford Performance com 600 cavalos de potência e equipado com um câmbio sequencial de seis marchas. O primeiro contato com o carro vai acontecer em Los Angeles, um pouco antes da equipe e piloto seguirem para o Colorado. Ainda negociando com alguns patrocinadores, Marthyn Decker até o momento conta com o apoio da VKR, equipe de kart da Granja Viana, e também da DK Industries, empresa própria especializada em Extreme Sports. por Rodrigo Favoretto”