Category: Stock Car

Investimento de peso no automobilismo nacional

Sensacional a notícia que chegou hoje. A Raizen, através da marca Shell, fará um pesado investimento no automobilismo brasileiro. Além de manter a equipe na Stock Car com a dupla Valdeno Brito e Ricardo Zonta em 2015, a Shell terá a “Academia de Pilotos”, que inclui o patrocínio a outras categorias, como o Brasileiro de Turismo, F3 Sudam e o Kart, dando suporte aos novos talentos que buscam se firmam no esporte.

Confira na íntegra o release do novo programa:

“RAÍZEN ANUNCIA PROGRAMA DE APOIO A JOVENS TALENTOS NO AUTOMOBILISMO POR MEIO DA MARCA SHELL

Programa de desenvolvimento englobará diversas categorias de base, como kart, F-3 e Brasileiro de Turismo

A Raízen, por meio da marca Shell, terá a partir deste mês, um programa de desenvolvimento de jovens talentos no automobilismo brasileiro: a “Academia de Pilotos Shell Racing” vai garantir apoio a jovens revelações do kart, de 12 a 15 anos, e também auxiliar nos primeiros passos da carreira em monopostos, com a parceria com a equipe Cesario de F-3, e também no Brasileiro de Turismo, no time chefiado por William Lube.

Inspirado em programas que conseguiram levar jovens kartistas para a F-1, este tipo de programa é inédito no Brasil. Serão quatro categorias contempladas e seis pilotos ao todo: Gianluca Petecof (o mais novo do grupo, com 12 anos), Yurik Carvalho (kart), Pedro Cardoso (F-3), Dennis Dirani (Brasileiro de Turismo), além da dupla da Stock Car, Valdeno Brito e Ricardo Zonta.

Outra iniciativa do programa é o patrocínio ao SKB Shell V-Power, um dos principais campeonatos do País, que terá seis etapas em 2015 e começa no próximo dia 24 no Kartódromo Aldeia da Serra, na Grande São Paulo.

“O objetivo do programa é simples: garantir que o talento brasileiro continue sendo uma referência no automobilismo. Sabemos que o esporte a motor passa por uma atual fase de dificuldade de apoio na base e a Raízen, por meio da marca Shell, quer dar suporte e patrocínio aos jovens talentos em um momento que é crucial para a carreira de um piloto. Estamos com um formato de programa de desenvolvimentos que é inédito no Brasil, com base no que vemos ser feito na Europa e Estados Unidos”, diz Vicente Sfeir, gerente de Patrocínios e Motorsport da Raízen.

O objetivo é selecionar os pilotos por meio de seletivas em competições oficiais da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), como o Brasileiro de Kart, e auxiliar na transição da carreira para os passos seguintes no automobilismo.

“Além das categorias de kart, buscamos selecionar duas portas de entrada para a fase seguinte da carreira, como a F-3, para quem quer a Indy ou a F-1, ou o Brasileiro de Turismo, para quem sonha com Stock Car, Nascar etc”, explica Sfeir.

A Birel Art Brasil, do campeão mundial de kart Rubens Carrapatoso, é uma das equipes já anunciadas no programa da Shell Racing. “O programa está apenas começando em 2015 mas sabemos que hoje a F-1 está buscando talentos cada vez mais precoces nas categorias de base e é por isso que faremos de tudo para que haja o melhor intercâmbio entre nossos planos e o das equipes do automobilismo de ponta”, diz Sfeir.

Como parte da nova estratégia de investimento para 2015 da Academia de Pilotos Shell Racing, a Raízen muda seu foco de atuação na Stock Car, passando a patrocinar um carro na categoria de acesso e ampliando a parceria com a equipe Shell Racing, que terá em 2015 novidades como a presença do ex-F1 Ricardo Zonta.

Confira as declarações dos integrantes da “Academia de Pilotos Shell Racing”:

Pedro Cardoso (F-3):

“Estou muito feliz em participar deste primeiro ano da Academia de Pilotos Shell Racing, ainda mais em uma temporada tão especial para mim, com minha participação na F-3. A transição do kart para os fórmulas é um dos momentos mais cruciais para um jovem piloto e fico contente em ter este apoio em uma hora tão decisiva em minha carreira”.

Dennis Dirani (Brasileiro de Turismo):

“O programa da Academia de Pilotos Shell Racing será uma revolução no automobilismo brasileiro, por atuar em diversas categorias, do kart às principais do País, como a Stock Car e F-3. Minha participação no Brasileiro de Turismo será uma ótima oportunidade para viabilizar minha carreira e lutar por uma vaga na Stock Car nos próximos anos”.

Yurik Carvalho (Kart):

“É cada vez mais comum na Europa vermos pilotos já ligados a programas de jovens talentos e o Brasil precisava de uma iniciativa como esta. Agradeço a Shell por esta chance e vou lutar para seguir meu sonho de competir em categorias internacionais, como a Indy e a F-1, ou mesmo nas categorias top do Brasil, como a Stock Car” .

Gianluca Petecof (Kart):

“Sou o caçula da Academia de Pilotos Shell Racing e quero aprender muito com todos os pilotos e também com a possibilidade de poder conviver com as equipes de kart, Brasileiro de Turismo, Stock Car e F-3 apoiadas pelo programa. Como todo garoto de minha idade (12 anos), sonho em chegar na F-1 e vou me dedicar bastante para conseguir destaque nas categorias de base e ter sempre a Shell me apoiando ao longo de minha carreira”.

Valdeno Brito (Stock Car):

“Tenho orgulho de ser um piloto da equipe Shell Racing desde 2012 e é ótimo saber que teremos uma empresa brasileira, como a Raízen, apoiando jovens talentos do esporte a motor. Eu mesmo tive muitas dificuldades no começo de minha carreira por falta de apoio e com certeza a Academia vai ajudar os pilotos que saem do kart a sonhar com passos maiores”.

Ricardo Zonta (Stock Car):

“Esta iniciativa é comum em países europeus, basta ver o grid da F-1 nos últimos anos e ver que a maioria dos pilotos de ponta veio de programas assim. Fico orgulhoso em fazer parte da Academia de Pilotos Shell Racing e espero também ajudar os jovens kartistas com minha experiência em diversas categorias de automobilismo, incluindo F-1”.

Confira abaixo o currículo dos integrantes da “Academia de Pilotos Shell Racing”:

Stock Car
Stock Car

Valdeno Brito
Stock Car desde 2004
Vencedor da Corrida do Milhão 2008
06 Vitórias
04 Pole Positions

Ricardo Zonta
Bicampeão Paranaense de Kart
Campeão F3 Sul-Americana
Campeão F3000 Internacional
Campeão Mundial de FIA GT
Campeão Mundial de World Series
09 Temporadas de Fórmula 1 (BAR, Toyota, Jordan e Renault)
Vencedor da Corrida do Milhão 2013

Brasileiro de Turismo
Brasileiro de Turismo

Dennis Dirani
Tetracampeão Brasileiro de Kart
Campeão Copa Brasil de Kart
Heptacampeão Paulista de Kart
Tricampeão Super Kart Brasil (SKB)
Campeão Copa SP Granja Viana
Vice Campeão 500 Milhas

F3 Sudam
F3 Sudam

Pedro Cardoso

Campeão GP do Brasil-2008 Cat-mirim
Campeão-GP RBC-2008 Cat-mirim
Vice campeão Copa Centro-Oeste de Kart-2008 Cat-mirim
Tetracampeão Copa São Paulo de Kart Granja Viana-2010-2011-2012 2x (Cat-Cadete, Super cadete junior menor e rotax junior max)
Campeão Brasileiro de kart-2012 Cat-Junior Menor
Vice campeão Brasileiro de kart-2013 Cat-Junior
Tricampeão SKB-2013 Cat-Junior
Campeão Paulista de Kart- 2013 Cat- Junior
Campeão Copa são Paulo Light de kart-2013 Cat-Junior
Bicampeão Florida Winter Tour-2012-2014 Cat- Mini max e Junior Max
Campeão Copa Brasil de Fórmula Junior-2014

Kart
Kart

Gianluca Petecof
Títulos Nacionais no Kart
Campeão Brasileiro Jr Menor
Campeão Copa Brasil Jr Menor
Bi-campeão Super Kart Brasil – Super Cadete e Jr Menor
Bi-campeão Paulista – Cadete e Super Cadete
Campeão Copa SP Light – Super Cadete
Campeão GP Brasil RBC – Super Cadete
Vice-campeão Copa das Federações – Jr Menor
Campeão Estadual RJ – Mirim

Títulos Internacionais
Campeão Americano de Mini-Rok Vortex
Campeão Florida Winter Tour Minimax Rotax

Recordes – Campeão mais jovem da Super Cadete no SKB.
Mais jovem campeão brasileiro da história do Kart 125cc.
Mais jovem campeão da história Copa Brasil Kart 125cc
Mais jovem campeão do Florida Winter Tour Minimax Rotax.

Yurik Carvalho
Bicampeão Sul-americano
Campeão Brasileiro
Campeão GP Brasil
Campeão Paulista
Campeão Copa São Paulo Light
Campeão Pro Tour USA
Campeão SKUSA Supernationals
2 vezes Vice Campeão Paulista
2 vezes Vice Campeão Copa São Paulo Light
Vice Campeão Brasileiro
Vice Campeão Copa SP Granja Viana”

A difícil tarefa de assistir uma corrida

stockcar_milhao_barrichello
Rubens Barrichello comemora sua primeira vitória na Stock Car, na “Corrida do Milhão”. Foto: Duda Bairros/Vicar
Neste domingo tivemos a “Corrida do Milhão” da Stock Car em Goiânia. Prova vencida por Rubens Barrichello, a sua primeira na categoria, após belo duelo com Thiago Camilo. Não assisti a prova inteira, vi a largada e dei um pulo no mercado para garantir o almoço do domingo. Pra variar mercado cheio, demorei mais do que esperava e acabei vendo o final da corrida lá mesmo em uma das tvs espalhadas pra distrair o pessoal no confusão das compras. Eu e mais umas oito pessoas no aglomeramos em volta da dita TV, quase que todos torcendo por Barrichello.

Bandeira quadriculada agitada, corri pra fila do caixa pensando “Preciso ver o vt dessa prova”. Chegando em casa vou direto para a programação do Sportv. A etapa teria um vt hoje, marcado para as 16h00 no Sportv1. Putz, mas em dias de Netflix, Youtube e uma variedade inesgotável de conteúdo “on demand”, quem é que faz sua programação em torno do que vai passar na TV?

Só que não existe alternativa, ou você se adequa aos escassos horário da TV, ou não vai ver a corrida em lugar nenhum. E o mesmo acontece com as demais categorias nacionais, que ignoram o público e a internet. Uma exceção é a Sprint Race, que disponibiliza em seu site as provas que contam com geração de imagem.

Mas não sei porquê me surpreendo com isso. O Drive Tube surgiu há dois anos justamente pela dificuldade que eu tinha em encontrar bom conteúdo em vídeo sobre automobilismo. Com indas e vindas, o site está lá, tentando ser uma opção para quem gosta de carro e corrida e não pode adaptar sua vida a programação da TV. E pelos números de visitas cada vez mais altos, não sou o único com essa carência.

Mas é difícil. Vejamos o exemplo da F-3 Brasil, que está presa com seus vts (nenhuma prova vai ao vivo) no Sportv e perdeu a oportunidade de suas provas serem transmitidas pelo portal Terra. Isso se deve ao fato do Sportv (Globo) exigir por contrato a exclusividade do evento, como explicou o jornalista Américo Teixeira Jr, no Diario Motorsport (clique aqui para ver o post).

Enquanto isso, algumas categorias lá de fora exibem suas provas na integra em seus canais no Youtube, além de as exibirem ao vivo em seus sites. E algumas delas estão a disposição lá no Drive Tube (aproveitei e fiz o meu “merchan”, tá ligado? rs).

Confira os horários de exibição da Corrida do Milhão da Stock Car, e também da F-3 Brasil, nos próximos dias:

Stock Car
Dia 03/08
16h00 – Sportv 1
20h00 – Sportv 2

Dia 4/08
04h00 – Sportv3
09h00 – Sportv3
20h30 – Sportv3

F-3 Brasil
Dia 03/08
19h00 – Sportv3

Dia 04/08
06h00 – Sportv3

Stock Car em Brasília e o nosso automobilismo

Muita coisa se falou sobre os problemas que a Stock Car enfrentou em Brasília neste fim de semana. A reforma feita na pista apresentou problemas, pôs em risco pilotos e pessoas presentes no circuito e, mais uma vez, expôs a ineficácia e inoperância da atual gestão da CBA.

Bueiro_brasilia
Problemas na pista de Brasília. Foto de Victor Marcelino Brito, reprodução do site Grande Prêmio

Um dos principais problemas foi em relação ao sistema de drenagem da pista, mais precisamente uma tampa de bueiro na curva 1. Colocada como uma grelha, essa tampa se desmontava com a passagem dos carros, deixando pontas de ferro expostas e prontas para causarem um acidente ainda maior. A solução encontrada foi tampar o tal bueiro e torcer (?!) para que não chovesse, pois aquele ponto da pista não teria lugar para a água escoar. Deu para perceber a sequência de “acochambros” e jeitinhos, justamente num esporte onde o risco por si só já é bem grande?

Muitos já devem ter vistos nas redes sociais ou sites especializados a notícia da morte do piloto Fernando Lopez numa corrida de kart pirata (sem envolvimento de federações ou entidades esportivas) na cidade de Carpina, Pernambuco (veja aqui). Será que existe uma diferença significativa entre os mandatários do nosso automobilismo e os “organizadores” dessa corrida de kart onde houve a fatalidade? Dá pra ir mais longe, será que essa morte não se deve a própria incapacidade de CBA e sua federações, clubes e etc., que não conseguem difundir o automobilismo no país, deixando pilotos de algumas regiões a sorte de corridas em locais sem segurança?

Tudo isso nos leva a um ponto: amadorismo. Voltando a falar sobre o que aconteceu em Brasília, bastava uma simples busca no Google com as palavras “sistema de drenagem” e “autódromo” que aparece uma solução já usada em algumas pistas da Fórmula 1, olha só que coincidência, categoria que conta com a supervisão da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), a qual também está filiada a nossa CBA. Será que não há um intercâmbio entre as entidades?

O vídeo abaixo é da Hauraton e me foi apresentado as vésperas da São Paulo Indy 300 do ano passado, quando a empresa foi parceira do site da Revista Acelera (ele vai voltar, prometo!) na cobertura do evento. Vejam que não é uma solução muito complicada de realizar, ela é inteligente. E antes que falem que se trata de “jabá”, infelizmente não é (ô vida dura rs), e acredito que seus concorrentes tenham soluções similares ou pelo menos são especializadas no assunto, o que já daria um resultado melhor do que foi visto.

Só para lembrar, a Stock Car volta a Brasília em setembro e ainda tem em seu calendário o circuito de Goiânia, outro que foi abandonado e que nem figurava nos calendários nacionais nos últimos anos.

ATUALIZANDO – Bem lembrado pelo Kaká Ambrósio no  Facebook. O acidente de kart foi justamente no estado do atual presidente da CBA, o pernambucano Cleyton Pinteiro. Não precisa falar mais nada….